E-mail


Senha

Lembrar senha

   
Informe o e-mail usado para fazer o login


   



Pesquisa




Por que é importante que a sua empresa seja “alfabetizada” em dados
Enviar release
Este release no seu Blog ou Site
Campaign Creators/Unsplash
Campaign Creators/Unsplash

Conheça dicas sobre como ensinar os seus colaboradores a lerem e interpretarem dados

Há pouco tempo, era bastante comum que quem estivesse à procura de um emprego encontrasse entre os requisitos para uma vaga “saber usar o computador”. Hoje, no entanto, a maioria das candidaturas a vagas é feita online – e até os nossos celulares podem ser considerados supercomputadores. Ou seja, saber usar o computador já é algo bastante difundido.
Atualmente, uma das exigências que vêm se tornando mais comuns para vagas de emprego qualificadas, em qualquer área, é ser “alfabetizado” em dados. Isso quer dizer que o profissional precisa saber ler e analisar dados, explicar o que eles significam e contextualizá-los.
De acordo com Felipe Mafra, instrutor de ciência de dados na Udemy, é importante que os profissionais saibam interpretar dados porque estamos na era da informação, em que tudo é baseado neles. “O matemático britânico Clive Humby disse que os dados são o novo petróleo e eu concordo com ele. As áreas de negócios e de tecnologia das empresas praticamente se fundiram e, por isso, é muito importante que as empresas tenham profissionais que entendam o seu negócio e saibam analisar os seus dados”, diz Mafra.
Veja a seguir três dicas para “alfabetizar” os seus colaboradores em dados, de acordo com o eBook da Udemy Business “Data Literacy: An Essential Skill For Every Employee” (algo como “Alfabetização em dados: Uma habilidade essencial para todos os funcionários”, em português) e com Mafra:

1- Foque-se nas habilidades, não nas ferramentas
É claro que é importante ensinar Excel e Power BI para os colaboradores. Mas, se eles não forem capazes de interpretar os dados que veem, o fato de saberem usar essas ferramentas não será suficiente – os dados não falam por si mesmos. De acordo com a empresa de tecnologia Seagate Technology, 68% dos dados disponíveis nas empresas nunca são usados por elas.
Por isso, é preciso treinar os funcionários para lerem dados, analisá-los, usá-los no dia a dia e contarem histórias com eles. Isso tudo a equipe pode aprender por meio de cursos online ou em mentorias com outros membros da empresa que já têm essa competência.

2- Não suponha que os seus funcionários já sejam “alfabetizados” em dados
Mesmo que a empresa tenha entre os seus funcionários alguns “mestres” em Excel ou Power BI, isso não significa necessariamente que eles saibam ler esses dados da melhor forma possível. Uma forma de saber em que nível os colaboradores estão no que diz respeito a dados é aplicando um teste, como se aplicaria um teste de inglês, por exemplo. Assim, é possível separar a equipe por níveis de proficiência e dar a atenção necessária para cada nível na hora de ensinar.
“Para entender dados relacionados a um negócio, muitas vezes é importante que o funcionário tenha uma visão holística da empresa. Por exemplo, alguém que trabalha com vendas pode aprender mais sobre negociação com fornecedores. Assim, compreenderá melhor como é formado o preço final dos produtos, por exemplo. Isso tudo são dados”, diz Mafra.

3- Ajude os seus colaboradores a melhorarem as habilidades de dados deles
A terceira dica para colocar em prática essa “alfabetização” em dados é estabelecer quais métricas são importantes para a sua empresa, que fontes devem ser usadas para buscar esses dados e de que forma eles devem ser analisados. Essas informações podem ser usadas para criar um programa interno de treinamento, que pode incluir trilhas de aprendizado, mentorias e metas (tanto pessoais, para os funcionários, como para a empresa no geral). “Dessa forma, os colaboradores serão capazes de usar dados em qualquer apresentação ou bate-papo”, afirma Mafra.

Editorias: Educação  Informática  Internet  Negócios  Recursos Humanos  
Tipo: Pauta  Data Publicação:
Fonte do release
Empresa: Camilla Ginesi  
Contato: Camilla Ginesi  
Telefone: --

Envie um e-mail para o(a) responsável pela notícia acima:
Seu nome

Seu e-mail

Mensagem

Digite o código mostrado abaixo

  
Skype:
MSN:
Twitter:
Facebook:
Eventos
Copyright 2008 - DIFUNDIR - Todos os direitos reservados. Não é permitida a reprodução deste conteúdo sem prévia autorização.