E-mail


Senha

Lembrar senha

   
Informe o e-mail usado para fazer o login


   



Pesquisa




Tecnologia permite que transporte público ofereça segurança para todos
Enviar release
Este release no seu Blog ou Site


* Denis André Côté, vice-presidente para América Latina e Caribe da Genetec

Cerca de 2,5 milhões de pessoas usam os trens da CPTM diariamente em São Paulo, número maior do que a população inteira do Estado de Sergipe. Nada mais natural, portanto, que a preocupação com a segurança dos usuários seja primordial e que uma das maiores metrópoles do mundo conte com um sistema tecnológico de ponta.
A expectativa dos passageiros e dos governos por melhorias e modernização é grande. Enquanto os usuários buscam mais conveniência, informações personalizadas e segurança, as companhias do setor, tradicionalmente isoladas, se esforçam para promover as mudanças necessárias. Hoje, linhas, como a 7 e a 10 da CPTM, estão avançando na ampliação da tecnologia à disposição.
Entre as ferramentas a serem implementadas estão um sistema de proteção de áreas restritas com alarmes; contagem remota de tarifas básicas versus usuários para evitar fraudes; monitoramento contra vandalismo em todas as pontas; e aviso imediato de bens deixados nas plataformas (que, além de ajudar o usuário a recuperar seus pertences mais rapidamente, pode contribuir com a prevenção a qualquer tipo de incidentes).
Outra tecnologia já disponível na área do transporte público é o fornecimento ao gestor de dashboards inteligentes, sem a necessidade de intervenção humana, para qualquer tipo de ocorrência.
Dados unificados a bordo ou em instalações de transportes podem possibilitar que a empresa pare de perder tempo coletando vídeos a bordo manualmente ou usando fontes de dados separados para construir uma linha do tempo de eventos. Uma plataforma unificada head-end também simplifica as operações ao compilar e sincronizar dados, seja em veículos a bordo ou em instalações de transportes.
Tudo podendo, inclusive, estar integrado com as polícias locais - no caso de São Paulo, a Polícia Militar – podendo resultar em ganhos de minutos preciosos para coibir incidentes de grande escala.
Por fim, uma inovação tecnológica fundamental em tempos de pandemia é o detector de aglomeração nas plataformas, mezaninos e até mesmo dentro dos trens. O objetivo é dar vazão adequada para as demandas dos clientes, diminuindo o tempo de espera e a experiência na viagem, com planejamento em tempo real de oferta de trens em função da demanda. Essa tecnologia atenderia uma das maiores demandas dos usuários, que são maior conforto, pontualidade na chegada e menor tempo de viagem. Ou seja, a tecnologia ajuda a evitar pequenos furtos e possibilita a realização de distanciamento social quando necessário.
Esses são alguns exemplos que, se implementados, podem levar a indústria de transporte público no Brasil a alcançar um patamar de equilíbrio com qualquer país de sua magnitude no mundo e, o mais importante, garantir satisfação total dos usuários.

Editorias: Economia  Informática  Industria  Negócios  Serviços  
Tipo: Pauta  Data Publicação:
Fonte do release
Empresa: GP Comunicação  
Contato: Clezia Martins Gomes  
Telefone: 11-3129-5158-

Envie um e-mail para o(a) responsável pela notícia acima:
Seu nome

Seu e-mail

Mensagem

Digite o código mostrado abaixo

  
Skype: clezia@hotmail.com
MSN: clezia@hotmail.com
Twitter:
Facebook:
Eventos
Copyright 2008 - DIFUNDIR - Todos os direitos reservados. Não é permitida a reprodução deste conteúdo sem prévia autorização.