E-mail


Senha

Lembrar senha

   
Informe o e-mail usado para fazer o login


   



Pesquisa




Vinho: Bom para o coração, contra o câncer e anti envelhecimento
Enviar release
Este release no seu Blog ou Site
Vinho: Bom para o coração, contra o câncer e anti envelhecimento
...

No último dia 29 de setembro foi comemorado o Dia Mundial do Coração e, claro, o vinho é sempre lembrado pelos seus benefícios diante o músculo mais importante do nosso corpo. A bebida consegue prevenir doenças cardiovasculares, é verdade, mas vai além disso: consumir vinho moderadamente diminui a pressão, ajuda no controle do colesterol e até protege de alguns tipos de câncer.

A bebida possui resveratrol, uma substância presente na semente e na película de uvas, portanto vinhos tintos são ricos nessa substância que atuam na redução das lipoproteínas de alta densidade (conhecidas como colesterol LDL) e aumenta o colesterol de baixa densidade (colesterol HDL).

Uma taça de vinho por dia impede a formação de placas de gordura nas artérias e vasos sanguíneos - além de melhorar a elasticidade das veias e a circulação: “É uma bebida indicada para evitar infartos, entupimento das artérias e outras doenças graves relacionadas ao coração. E vamos lembrar que vinho tinto também consegue reduzir a síntese de Endothelyn 1, crucial para o desenvolvimento de aterosclerose coronária” explica Ricardo Gura, sócio proprietário da VinVino. que reforçou ainda o fato do vinho pode reduzir em até 30% o risco de infarto e em até 40% a possibilidade de desenvolvimento de diabetes.

Câncer e envelhecimento
O resveratrol não para por ai O vinho, fonte desta substância, tem ação preventiva ao câncer por combater a multiplicação de células tumorais, por meio da inibição da proteína NF Kappa B, que regula essa proliferação. E o envelhecimento também entra na conta, pois a bebida é considerada o elixir da juventude - o resveratrol é um antioxidante poderoso que evita o envelhecimento precoce.

“O consumo moderado de vinho é indicado para prolongar a juventude, mas vale ressaltar que os estudos analisaram a ação da molécula em animais e ainda faltam informações científicas sobre a ação da substância no envelhecimento humano. Mas já há especialistas dizendo que sim, então se há essa possibilidade, o importante é manter o hábito de beber vinho regularmente e sem exageros\" completa

Editorias: Gastronomia  Saúde  Terceira idade  
Tipo: Pauta  Data Publicação:
Fonte do release
Empresa: Aroldo Antonio Glomb Junior  
Contato: Aroldo Glomb  
Telefone: 41-30147662-

Envie um e-mail para o(a) responsável pela notícia acima:
Seu nome

Seu e-mail

Mensagem

Digite o código mostrado abaixo

  
Skype:
MSN:
Twitter:
Facebook:
Eventos
Copyright 2008 - DIFUNDIR - Todos os direitos reservados. Não é permitida a reprodução deste conteúdo sem prévia autorização.