E-mail


Senha

Lembrar senha

   
Informe o e-mail usado para fazer o login


   



Pesquisa




Preenchimento labial: conheça detalhes sobre a técnica que é a queridinha das celebridades
Enviar release
Este release no seu Blog ou Site
Preenchimento labial: conheça detalhes sobre a técnica que é a queridinha das celebridades
...

Cada vez mais popular, procedimento é considerado pouco invasivo e indolor



Seja para realçar o contorno dos lábios ou aumentar o volume, o preenchimento labial é a técnica ideal e tem se tornado a queridinha dos artistas. O procedimento é simples, realizado de 30 a 60 minutos em consultório e é considerado minimamente invasivo. Celebridades como a socialite norte-americana Kylie Jenner, o cantor Wesley Safadão e as ex-BBBs Thaís Braz e Lais Caldas têm ostentado bocas destacadas em suas aparições em público, após se submeterem ao tratamento.



Segundo dados da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), o preenchimento cutâneo, incluindo o labial, é o segundo procedimento não cirúrgico mais realizado pelos especialistas. Além de realçar a beleza dos lábios com naturalidade, o preenchimento labial se propõe a reduzir o aspecto de envelhecimento do rosto, seja em forma de rugas ou perda de textura da boca, marcas que atingem principalmente essa região do corpo.



O procedimento é tido por muitos profissionais da área como pouco invasivo, já que não há necessidade de muitos aparatos para a aplicação e pode ser realizado em poucos minutos. \"O preenchimento labial é feito com anestesia local, sem necessidade de centro cirúrgico. Utilizamos agulhas ou microcânulas para aplicar o ácido hialurônico no plano correto, ou seja, na forma ideal para o paciente, e assim vamos construindo de forma rápida o resultado desejado. O procedimento é realizado também com o objetivo de modelar, atribuir volume e até mesmo corrigir imperfeições\", explica a médica dermatologista, Dra. Rebeka Sobral.



Integrante do corpo clínico da Áurea Dermatologia Integrada, Dra. Rebeka alerta sobre a importância da utilização de material apropriado para o procedimento, a fim de evitar danos e garantir a naturalidade do resultado. “É importante usar o ácido com densidade e uso específicos para lábios, porque ao utilizar um produto inadequado, existem duas possibilidades: ou o paciente pode não ter o resultado esperado, ao usar um produto muito leve, ou o resultado pode ter projeções maiores que a ideal, o famoso “bico de pato”, quando o produto é muito denso”, adverte a especialista.



Não há um padrão estético e nem uma indicação prévia. Todo preenchimento labial é único e deve ser adaptado às necessidades de cada paciente. De acordo com Dra Rebeka Sobral, para determinar a quantidade de ácido hialurônico a ser usada, bem como as regiões em que será aplicado, é necessária uma avaliação médica que leva em conta diversos fatores: as estruturas da face por completo e aquelas ao redor dos lábios; a idade do paciente; e o resultado que ele deseja alcançar com o procedimento.



“É possível mudar o tipo de ácido a partir do resultado que o paciente deseja. Alguns tipos de ácido fazem apenas a hidratação do lábio, conferindo mais luminosidade, por exemplo. Se for para mais volume, preenchimento, o tipo de ácido é outro, mais denso. Avaliamos as possibilidades conforme o desejo do paciente e definimos os procedimentos, desde o ácido que será utilizado até a forma de aplicação”, detalha Sobral.



Apesar da crescente procura que vem sendo registrada nos últimos 4 anos pelo procedimento, alguns mitos são atrelados ao preenchimento labial fazendo com que muitas dúvidas surjam, especialmente quando alguma celebridade fala sobre o assunto nas redes sociais.



Para a Dra. Rebeka Sobral, os principais mitos estão relacionados a uma má execução do procedimento, fazendo com que as pessoas tenham uma visão confusa sobre a realização do preenchimento. Para a médica, é de extrema importância que os pacientes busquem profissionais especializados, para tirar dúvidas e desconstruir os mitos ou falsas afirmações sobre o preenchimento labial.



“Para mim, o principal mito é aquela boca desproporcional, com aspecto de bico de pato. Isso é reflexo de um preenchimento mal feito, em que se perde a naturalidade. Dá sim para ser natural, basta passar por uma avaliação médica e realizar o procedimento com um profissional e em um ambiente de segurança, que tenha boas recomendações”, destaca a especialista.



A escolha do profissional para realizar o procedimento, bem como o local e informações sobre o produto que será utilizado, são fundamentais para um bom resultado. É ideal que o paciente saiba como o profissional trabalha, que tenha acesso a procedimentos que foram realizados anteriormente, para que tenha a segurança de que o especialista domina a técnica e tem capacidade para tratar as intercorrências. “O paciente precisa buscar um profissional com quem ele se identifique, que já acompanhe e goste do trabalho. Assim ele terá uma maior segurança para realizar o preenchimento labial”, completa Dra. Rebeka Sobral.



Para aqueles que ainda têm dúvida se devem ou não optar pelo procedimento, é preciso ressaltar que nem todas as queixas serão resolvidas com o método, mas o preenchimento traz diversas vantagens, entre elas, o aumento e restauração da autoestima. “A grande vantagem do procedimento é que o paciente tem um ganho de beleza facial impressionante! É, de fato, muito impressionante, já que o lábio bem tratado deixa a face mais harmoniosa e bela. O preenchimento labial é um tratamento adequado e singular que realça a beleza e também reduz os impactos do envelhecimento”, frisa Dra. Rebeka Sobral.

Editorias: Estética e Beleza  Feminina  Masculino  Serviços  Saúde  
Tipo: Pauta  Data Publicação:
Fonte do release
Empresa: 3S Assessoria em Comunicação  
Contato: Soraya Simón  
Telefone: 11-5897-3198-

Envie um e-mail para o(a) responsável pela notícia acima:
Seu nome

Seu e-mail

Mensagem

Digite o código mostrado abaixo

  
Skype:
MSN:
Twitter:
Facebook:
Eventos
Copyright 2008 - DIFUNDIR - Todos os direitos reservados. Não é permitida a reprodução deste conteúdo sem prévia autorização.