E-mail


Senha

Lembrar senha

   
Informe o e-mail usado para fazer o login


   



Pesquisa




Ferramenta Guardicore Infection Monkey oferece avaliação Zero Trust para ambientes AWS - 22/04/2021
Enviar release
Este release no seu Blog ou Site

Uma das principais ferramentas de avaliação Zero Trust – conceito criado pela Forrester – o Infection Monkey avalia as redes para identificar vulnerabilidades nas cargas de trabalho em nuvem

Boston & Tel Aviv, Israel – A Guardicore, empresa de segmentação que oferece soluções disruptivas para o tradicional mercado de firewalls, acaba de apresentar os novos recursos de avaliação Zero Trust recém-incorporados ao Infection Monkey, ferramenta de código aberto que simula violações e ataques cibernéticos. Já disponíveis, os novos recursos oferecem aos profissionais de segurança a capacidade de realizar avaliações Zero Trust em ambientes AWS (Amazon Web Services), identificando potenciais lacunas na abordagem de segurança capazes de colocar em risco os dados de uma organização.

O Infection Monkey é uma ferramenta de simulação de violação e ataque (BAS) desenvolvida e mantida pelo Guardicore Labs. Projetada para ser 100% segura em ambientes de produção, a ferramenta ajuda as equipes de segurança de TI a avaliar a resiliência de sua organização a movimentos laterais não autorizados, tanto on-premise quanto na nuvem. O Infection Monkey permite que as organizações vejam a rede através dos olhos de um invasor experiente – destacando as explorações, vulnerabilidades e caminhos com maior probabilidade de explorar em seu ambiente.

Os novos recursos da mais recente versão do Infection Monkey incluem:

Avaliação do grau de maturidade Zero Trust no AWS: novas integrações com a Scout Suite, ferramenta de auditoria de segurança multi-nuvem de código aberto, permitem que o Infection Monkey execute avaliações Zero Trust em ambientes AWS. A ferramenta revela possíveis problemas e riscos na infraestrutura de nuvem, identificando potenciais lacunas na abordagem de segurança em ambientes AWS. O Infection Monkey entrega recomendações acionáveis e identifica riscos baseados no conceito de Zero Trust desenvolvido pela Forrester.

Ampliação das técnicas MITRE ATT&CK: o Infection Monkey aplica as mais inovadoras técnicas MITRE ATT&CK em suas simulações de modo a ajudar as empresas a fortalecerem seus sistemas contra as ameaças e ataques mais recentes. As mais novas quatro técnicas ATT&CK utilizadas pelo Infection Monkey são:

- Execução de proxy de scripts assinados (T1216)
- Descoberta de conta (T1087)
- Remoção do indicador no host: timestomp (T1099)
- Limpeza do histórico de comandos: (T1146)

Avaliação de explorações críticas: Apesar do constante lançamento de patches, as organizações ainda estão suscetíveis a importantes vulnerabilidades que continuam sendo exploradas por agentes externos. O Infection Monkey agora oferece a capacidade de testar a resiliência da infraestrutura em relação a novas vulnerabilidades de execução remota de código, incluindo CVE-2020-1472 (Zerologon) e CVE-2019-6340, que afeta o Drupal Core.

“A acelerada adoção de cargas de trabalho em nuvem aumentou o risco de exposição dos dados por agentes externos ou por vulnerabilidades internas, como um controle de acesso deficiente e configurações incorretas. Proteger essas informações confidenciais requer um modelo colaborativo, onde todos sejam responsáveis, com as organizações implantando estruturas Zero Trust em suas cargas de trabalho na nuvem”, diz Ofri Ziv, vice-presidente de pesquisa da Guardicore. “A nova versão da Infection Monkey é uma das primeiras ferramentas que oferece a avaliação Zero Trust de cargas de trabalho em nuvem pública. Hoje, as empresas que estão migrando para ambientes AWS podem contar com mais segurança e confiabilidade usando o Infection Monkey para identificar rapidamente as vulnerabilidades ocultas antes que elas sejam exploradas”.

Para baixar a mais recente versão do Infection Monkey, acesse:
http://www.guardicore.com/infectionmonkey/.


Sobre a Guardicore
A Guardicore é a empresa de segmentação com soluções disruptivas para substituir o legado de firewalls tradicionais. Nossa abordagem, baseada unicamente em software, é independente da rede física, representando uma alternativa mais rápida ao firewall. Feita para empresas ágeis, a plataforma Guardicore oferece mais visibilidade e segurança na nuvem, data center e endpoints. Para mais informações acesse http://www.guardicore.com, nosso Twitter ou LinkedIn.


Mais informações para a imprensa:
SHEDI
Silvia Helena Rodrigues - silviahelena@shedi.com.br
Tel.: (21) 2220-9311 / (11) 2626-1940 / (11) 94513-6987

Editorias: Ciência e Tecnologia  Informática  
Tipo: Pauta  Data Publicação:
Fonte do release
Empresa: SHEDI  
Contato: SHEDI  
Telefone: 021-22209311-

Envie um e-mail para o(a) responsável pela notícia acima:
Seu nome

Seu e-mail

Mensagem

Digite o código mostrado abaixo

  
Skype:
MSN:
Twitter:
Facebook:
Eventos
Copyright 2008 - DIFUNDIR - Todos os direitos reservados. Não é permitida a reprodução deste conteúdo sem prévia autorização.