E-mail


Senha

Lembrar senha

   
Informe o e-mail usado para fazer o login


   



Pesquisa




Depois de batalha de mais de 3 horas, Menezes para na segunda rodada do quali do Australian Open
Enviar release
Este release no seu Blog ou Site
João Menezes
João Menezes

Após um jogo muito disputado, com duração de nada menos do que 3h04min, o mineiro João Menezes – número 3 do Brasil e 193 do mundo - parou na segunda rodada do qualifying do Australian Open. Nesta terça-feira (12), em Doha, o holandês Botic Van de Zandschulp, 156 do ranking, marcou 2 sets a 1, parciais de 6/3, 6/7 (1-7) e 6/4 para avançar no quali do Grand Slam, que está sendo realizado excepcionalmente no Catar, em função da pandemia da Covid-19.

Menezes deixa Doha após duas partidas muito equilibradas. Na estreia foram 2h28 minutos até derrotar o argentino Andrea Collarini, no domingo. Nesta terça, uma batalha de mais de 3 horas na busca por nova vitória, de olho na vaga na chave principal do Grand Slam. Agora, depois do quali que abriu 2021, Menezes segue para a disputa de três torneios Challenger na Turquia, em Istambul e Antalya, o primeiro a partir do próximo dia 18, na sequência da temporada.

\"Hoje foi um jogo muito duro. Mais de 3 horas. Não joguei o meu melhor, mas lutei muito, competi muito bem. Após o set inicial, no segundo elevei meu nível de saque e mantivemos, saque a saque, até o tie-break. E no tie-break fui bastante superior. No terceiro, tive 0/40 no saque do Zandschulp logo de cara e ele me tirou três pontos muito bem jogados. Daí no 2/2 ainda tive mais um break, mas não consegui devolver o saque. A duração do jogo foi provocando um desgaste físico, acabei baixando a energia nos últimos pontos e ele fechou em 6/4\", explicou Menezes.

No set inicial, Zandschulp quebrou primeiro, no quarto game, abrindo 3/1. A resposta de Menezes veio na sequência, devolvendo o break. Mas, com nova quebra, o adversário marcou 6/3 e saiu na frente do jogo. Assim como na estreia, Menezes foi em busca da reação, que veio no tie-break, após um set disputado, sem quebras. Domínio do mineiro, que marcou 7-1, sem chances para Zandschulp, deixando tudo igual na partida: 7/6 (7-1). E indo atrás de nova virada.

No terceiro e decisivo set, mais uma vez muito equilíbrio. Menezes teve chances de break logo no primeiro game e, depois, no quinto. Mas, o adversário salvou, mantendo seus serviços. E, com uma quebra no décimo game, Zandschulp aproveitou a única oportunidade e marcou 6/4 para vencer o jogo.

Desde 2018 Menezes disputa torneios do circuito Challenger, tendo conquistado seu primeiro título em 2019, em Samarkand, no Uzbequistão. No ano passado, chegou à semifinal do Challenger de São Paulo (SP) e venceu a segunda etapa do Circuito BRB, em Brasília (DF), ambos em novembro, e disputou os qualis do Australian Open e de Roland Garros – neste com uma vitória.

Editorias: Esportes  
Tipo: Pauta  Data Publicação:
Fonte do release
Empresa: ZDL Comunicação  
Contato: DORO JUNIOR  
Telefone: 011-3285-5911-

Envie um e-mail para o(a) responsável pela notícia acima:
Seu nome

Seu e-mail

Mensagem

Digite o código mostrado abaixo

  
Skype:
MSN:
Twitter:
Facebook:
Eventos
Copyright 2008 - DIFUNDIR - Todos os direitos reservados. Não é permitida a reprodução deste conteúdo sem prévia autorização.