E-mail


Senha

Lembrar senha

   
Informe o e-mail usado para fazer o login


   



Pesquisa




ABPolos apresenta desafios do EAD ao Ministério da Educação
Enviar release
Este release no seu Blog ou Site
Da E para D, Eduardo Gomes Salgado, do MEC, e os dirigentes da ABPolos Bernardo Knabben, Karin Teischmann de Souza e Carlos Eduardo Hort  Crédito: Divulgação/ABPolos
Da E para D, Eduardo Gomes Salgado, do MEC, e os dirigentes da ABPolos Bernardo Knabben, Karin Teischmann de Souza e Carlos Eduardo Hort Crédito: Divulgação/ABPolos

ABPolos apresenta desafios do EAD ao Ministério da Educação


Associação que representa os polos de EAD no país promoverá em 2021 o 1º Encontro Nacional dos Polos de Ensino a Distância (ENAPolos)

A diretoria da Associação Brasileira de Polos de Ensino a Distância (ABPolos) apresentou nesta quarta-feira (18) ao Ministério da Educação as propostas e os desafios da entidade que representa os polos de EAD no país. O presidente da ABPolos, Bernardo Knabben, e os diretores Karin Teischmann de Souza e Carlos Eduardo Hort foram recebidos pelo diretor de Desenvolvimento de Ensino Superior do MEC, Eduardo Gomes Salgado, em Brasília, e convidaram o representante do ministério para a abertura do 1º Encontro Nacional dos Polos de Ensino a Distância (ENAPolos), que será realizado no primeiro semestre de 2021.
“O MEC concorda com a importância dos polos de educação a distância no atual momento do ensino superior brasileiro e a receptividade ao ENAPolos foi excelente”, afirmou Knabben após o encontro. “No início do próximo ano teremos uma audiência com o ministro da Educação, Milton Ribeiro, para confirmar a presença dele na abertura do evento”, acrescentou.
A ABPolos representa mais de 150 polos educacionais espalhados pelo país que atendem mais de 150 mil alunos de cursos superiores em regime EAD. O objetivo central da entidade é reforçar as infraestruturas físicas de apoio para a formação do estudante no modelo a distância. O polo é o local onde acontecem as etapas presenciais obrigatórias do EAD – como provas, tutoria dos conteúdos e atividades nos laboratórios – e é considerado um ambiente fundamental para a qualidade e a integração do aluno ao ensino superior.
Regulamentado há 14 anos no Brasil, o EAD no ensino superior já supera em oferta de vagas o método presencial. O Censo da Educação Superior 2018, divulgado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), registra 7,1 milhões de vagas em regime de ensino a distância no país, contra 6,3 milhões em cursos presenciais.
A tendência se acelerou durante a pandemia: uma pesquisa recente feita pela Catho Educação mostrou um aumento de 70% nas matrículas em cursos de educação a distância entre março e abril, e o Google apontou um crescimento de 130% na busca por especializações a distância. Entre as vantagens do ensino a distância estão a flexibilidade, a economia de tempo com deslocamento e – um item que se tornou essencial na pandemia – a segurança.

Para conhecer a ABPolos: http://www.abpolos.com.br


Da E para D, Eduardo Gomes Salgado, do MEC, e os dirigentes da ABPolos Bernardo Knabben, Karin Teischmann de Souza e Carlos Eduardo Hort
Crédito: Divulgação/ABPolos



Editorias: Ciência e Tecnologia  Economia  Educação  Governo  Negócios  
Tipo: Pauta  Data Publicação:
Fonte do release
Empresa: Vigia Comunicação  
Contato: Brigida Dettmer  
Telefone: 48-991726715-

Envie um e-mail para o(a) responsável pela notícia acima:
Seu nome

Seu e-mail

Mensagem

Digite o código mostrado abaixo

  
Skype:
MSN:
Twitter:
Facebook:
Eventos
Copyright 2008 - DIFUNDIR - Todos os direitos reservados. Não é permitida a reprodução deste conteúdo sem prévia autorização.