E-mail


Senha

Lembrar senha

   
Informe o e-mail usado para fazer o login


   



Pesquisa




Proteção e combate a incêndios: ABSpk atua para fomentar uso de sprinklers certificados no território nacional
Enviar release
Este release no seu Blog ou Site

Utilizar um produto de combate a incêndios sem certificação em construções não fornece a mesma segurança e pode causar danos à vida e ao patrimônio

A Associação Brasileira de Sprinklers (ABSpk) tem como objetivo básico fomentar o uso de sprinklers no mercado nacional, bem como implementar ações, no intuito de que todo sistema de sprinkler, projetado, instalado e mantido, no Brasil, seja tratado de maneira técnica, profissional e ética. De acordo com a associação, há muitas instalações com produtos não certificados no país, que não fornecem a proteção adequada contra incêndios.

Junto a outras medidas, como saídas de emergências amplamente sinalizadas, extintores portáteis e hidrantes, por exemplo, o sistema de chuveiros automáticos - conhecido pelos engenheiros como ‘sprinkler’ - ajuda a evitar a perda do patrimônio e, o mais importante, a salvar vidas. É um dos componentes de maior importância de uma rede de combate a incêndio, pois tem a capacidade de inibir a propagação das chamas.

De acordo com Thaís Tabernero Gomes, do comitê técnico da ABSpk, o sprinkler deve ser um dispositivo confiável e capaz de garantir os resultados esperados. Executar um projeto sem a exigência de um sprinkler certificado, que garanta um sistema de segurança eficiente, obedecendo todas as legislações e regras, tem um risco altíssimo e implicações muito graves para todos os envolvidos neste projeto, sejam contratantes ou contratados.

“Se a liberação acontece por meio de uma vistoria sem cumprimento desta exigência, poderá haver prejuízo para todas as partes, já que a legislação vigente presume que agiram assumindo o risco de produzir um resultado danoso, mesmo que não tenha havido intenção. Por isto, sob a ótica penal, caso ocorra uma emergência e o sistema não funcione, causando danos à vida e ao patrimônio, pode-se configurar a prática de crime com dolo eventual”, ressalta Thaís.

De acordo com Felipe Melo, presidente da Associação Brasileira de Sprinklers (ABSpk), se instalado de maneira correta e com manutenção em dia, o sprinkler entra em operação automaticamente, liberando água de forma rápida e de maneira circular, atingindo uma área aproximada de 16m², propiciando tempo de fuga para os ocupantes do local. Além do alastramento do fogo, consequentemente, o Sprinkler também ajuda a evitar a propagação de fumaça tóxica e falta de visibilidade.

Sobre a ABSpk

A Associação Brasileira de Sprinklers, fundada no início de 2011, nasceu com o objetivo básico de fomentar o uso de sprinklers no mercado nacional. Sua função é promover a discussão, bem como implementar ações, no intuito de que todo sistema de sprinkler, projetado, instalado e mantido, no Brasil, seja tratado de maneira técnica, profissional e ética, uma vez que riscos à vida e ao patrimônio estão diretamente relacionados à correta implementação de equipamentos nos diversos tipos de empreendimentos e finalidades/uso da área protegida.

Editorias: Construção e Arquitetura  Serviços  
Tipo: Pauta  Data Publicação:
Fonte do release
Empresa: Kethylin  
Contato: Kethylin Tainá Pinheiro  
Telefone: 011-33923025-

Envie um e-mail para o(a) responsável pela notícia acima:
Seu nome

Seu e-mail

Mensagem

Digite o código mostrado abaixo

  
Skype:
MSN:
Twitter:
Facebook:
Eventos
Copyright 2008 - DIFUNDIR - Todos os direitos reservados. Não é permitida a reprodução deste conteúdo sem prévia autorização.