E-mail


Senha

Lembrar senha

   
Informe o e-mail usado para fazer o login


   



Pesquisa




82% dos executivos acreditam que ataques de hackers vão crescer significativamente até 2020
Enviar release
Este release no seu Blog ou Site

À frente dessas ameaças estão apenas eventos climáticos extremos, falha na mitigação e adaptação às mudanças climáticas e grandes desastres naturais

São Paulo, 27 de maio de 2019 – Os ataques cibernéticos e fraude ou roubo de dados estão entre os cinco principais riscos que podem impactar os negócios nos próximos anos. Segundo relatório da seguradora Zurich, 82% dos executivos acreditam que os ataques de hackers vão aumentar significativamente até 2020. Foram ouvidos 1.000 empresários, executivos e empreendedores que participaram do World Economic Forum (WEF), na Suíça.
De acordo com o levantamento, que traz dados do relatório Global Risks Report 2019, produzido pela Zurich em parceria com a corretora de seguros Marsh, dois terços dos executivos estimam que os riscos associados a notícias falsas e o roubo de identidade estão entre aqueles com maior possibilidade de crescimento ainda neste ano.
No ranking do relatório, à frente dessas ameaças estão apenas os riscos ambientais (eventos climáticos extremos, falha na mitigação e adaptação às mudanças climáticas e grandes desastres naturais). “A onipresença da computação em nuvem, junto com a interconectividade digital das empresas e seus fornecedores, levou um grupo cada vez maior de companhias a reconhecer sua vulnerabilidade”, afirma Fernando Saccon, Head de Linhas Financeiras da Zurich no Brasil.
À medida que os ataques cibernéticos se tornam mais frequentes e mais prejudiciais, as empresas precisam repensar suas estratégias de risco – incluindo as estratégias de seguro – para proteger a si e seus clientes da magnitude das perdas financeiras relacionadas ao ciberespaço. “Para qualquer empresa, reconhecer riscos e protegê-los é parte da condução de um negócio bem-sucedido”, diz. “A construção de cultura de conscientização, a adoção de resiliência cibernética e a execução de planos de resposta a incidentes são caminhos a serem traçados para a estratégia cibernética”, acrescenta.
Para o executivo, os riscos cibernéticos não são mais apenas uma preocupação de TI, nem estão limitados a determinados setores de uma organização. “Para proteger a integridade e a confiabilidade do ciberespaço, é preciso que haja união de forças entre governos, setor privado e sociedade”, diz.

5 principais riscos por probabilidade
1. Eventos climáticos extremos (por ex., inundações, tempestades, etc.)
2. Falha na mitigação e adaptação às mudanças climáticas
3. Grandes desastres naturais (por ex., terremoto, tsunami, erupção vulcânica, tempestades geomagnéticas)
4. Incidente maciço de fraude/roubo de dados
5. Ataques cibernéticos em grande escala
Fonte: Relatório Global de Riscos 2019

Editorias: Seguro e Previdência  
Tipo: Pauta  Data Publicação:
Fonte do release
Empresa: Gustavo Rio Branco  
Contato: Gustavo  
Telefone: 11-50569826-9826

Envie um e-mail para o(a) responsável pela notícia acima:
Seu nome

Seu e-mail

Mensagem

Digite o código mostrado abaixo

  
Skype:
MSN:
Twitter:
Facebook:
Eventos
Copyright 2008 - DIFUNDIR - Todos os direitos reservados. Não é permitida a reprodução deste conteúdo sem prévia autorização.