E-mail


Senha

Lembrar senha

   
Informe o e-mail usado para fazer o login


   



Pesquisa




A tecnologia como aliada em momentos de greve
Enviar release
Este release no seu Blog ou Site

*Por Gabriela Vargas

Quantas vezes, ao vermos o noticiário, nos deparamos com a notícia de que determinada cidade ou região está sofrendo por conta da paralisação de atividades de alguma área? Nos últimos anos, o Brasil enfrentou diversos momentos como esse, e dois deles destacaram-se pelo efeito intenso na vida das pessoas, das empresas e, principalmente, na economia: a greve dos correios e dos caminhoneiros.
Segundo o Sindicato dos Trabalhadores na Empresa de Correios e Telégrafos e Similares de Santa Catarina (Sintec), nesta última greve, a instituição teve 70% do setor operacional afetado, incluindo carteiros, operadores de triagem e atendentes. Já no caso dos caminhoneiros, 10,9% da indústria foi desestabilizada (IBGE) e consumidores foram atingidos com a falta de produtos e serviços.
Nesses momentos, a disponibilização de informações corretas, objetivas e de fácil acesso são a chave para que pequenas, médias e grandes empresas não tenham suas operações prejudicadas, exemplo de situação que pode originar prejuízos financeiros, danos na imagem e, consequentemente, perda de credibilidade no mercado. Afinal, ninguém quer esperar para ter as suas necessidades atendidas, não é mesmo?
Difícil? Com a tecnologia como parceira, tudo se torna mais simples. Assim, ela destaca-se como aliada para diminuir os danos gerados à sociedade. Por meio dela, é possível, por exemplo, manter a comunicação entre empresas e consumidores, sem deixar pessoas desatendidas e presas em grandes jornadas na busca por esclarecimentos sobre serviços, compras e processos.
Entre os transtornos causados pela paralisação, cito a interrupção da entrega de correspondências de cobrança como um dos principais. Nesse caso, de acordo com a Fundação de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon), as empresas têm a obrigação de oferecer alternativas para que o cliente consiga ter acesso a faturas, código de barras, e a qualquer outra informação da qual o pagamento dependa.
Nitidamente, se comparada a poucos anos atrás, a diminuição do impacto de greves como a dos Correios já pode ser sentida pela sociedade. O motivo? Arrisco a dizer que, sem dúvida, o aumento da adoção de ferramentas determinantes - e melhor, válidas para companhias de todos os tamanhos e ramos de atuação - como chatbots, voz e telefonia, SMS e Whatsapp esteja diretamente ligada a essa suavização. Exemplo disso é a conclusão da pesquisa realizada pela União Postal Universal, que revelou que nos últimos cinco anos o número de cartas entregues pelo mundo caiu em 16%.
Juntas, essas soluções viabilizam o envio e a execução de trâmites que envolvem documentos, sem a dependência do envio físico. Além disso, ficam disponíveis 24 horas por dia, 7 dias por semana, e são capazes de resolver diversos problemas de negócio de maneira automatizada, e ainda garantem uma economia próxima dos 95%, combinando habilidades humanas e tecnologia.
Assim como qualquer outra tecnologia, esses recursos não são a solução de todos os contratempos trazidos por momentos complexos como os de greve, mas certamente facilitam a rotina da sociedade nesses momentos, dando vida a três condições fundamentais em qualquer meio: agilidade, disponibilidade e economia.
Gabriela Vargas é diretora de Marketing e Produtos na Zenvia, plataforma de comunicação que simplifica a relação entre empresas e consumidores.

Editorias: Ciência e Tecnologia  
Tipo: Pauta  Data Publicação:
Fonte do release
Empresa: Karla Vitória  
Contato: Karla Vitória  
Telefone: --

Envie um e-mail para o(a) responsável pela notícia acima:
Seu nome

Seu e-mail

Mensagem

Digite o código mostrado abaixo

  
Skype:
MSN:
Twitter:
Facebook:
Eventos
Copyright 2008 - DIFUNDIR - Todos os direitos reservados. Não é permitida a reprodução deste conteúdo sem prévia autorização.