E-mail


Senha

Lembrar senha

   
Informe o e-mail usado para fazer o login


   
Notícias de eventos culturais, lançamentos etc.



Pesquisa




Empresa têxtil comemora 32 anos produzindo artigos para decoração de forma ecológica e sustentável
Enviar release
Este release no seu Blog ou Site
A matéria-prima é algodão orgânico e algodão reciclado com fios PET. Detalhes artesanais.
A matéria-prima é algodão orgânico e algodão reciclado com fios PET. Detalhes artesanais.

O Brasil é o quinto maior produtor textil do mundo, atrás da China, Índia, Estados Unidos e Paquistão. E tem a oportunidade de ganhar relevância global nas áreas de algodão orgânico, de acordo com o estudo “Cadeia Global de Valor”, da Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção (ABIT). A previsão é de maior destaque para produtos que envolvam sustentabilidade na sua produção.

Na Paraíba, a produção de algodão colorido orgânico certificado tem apenas 25 hectares e, de tão pequena, nem aparece nas estatísticas oficiais de produção de algodão. No entanto, vem se destacando no Brasil e no mercado internacional porque o cultivo é feito na região do semiárido, em sistema de sequeiro, sem nenhum tipo de irrigação, adubo ou inseticida sintético.

O plantio é feito por meio de compra garantida por pequenas indústrias e confecções. Uma delas é a Santa Luzia Redes e Decoração, localizada em São Bento, no mesmo Estado, e o valor pago por quilo da pluma é o maior do país. “Trata-se reconhecer o valor do trabalho promovendo a permanência das famílias que vivem dignamente da produção rural”, explica Armando Dantas, diretor executivo da empresa. De acordo com estudos do Embrapa que distribui as sementes e coordena o plantio, do cultivo ao tecido, o processo produtivo do algodão colorido orgânico gera economia de 87,5% de água.

Neste contexto slow living, em que o modo de fazer é tão importante quanto o produto, a Santa Luzia Redes e Decoração vem se tornando referência entre as principais empresas têxteis com foco em sustentabilidade do país. E comemora 32 anos produzindo artigos de decoração com matéria-prima ecológica em teares artesanais e mecânicos. A tecelagem fabrica redes, mantas, xales, cortinas, almofadas, tapetes, jogos americanos entre outros produtos com algodão colorido natural orgânico e também com fios de algodão reciclado e reconfigurados com PET (garrafas de refrigerantes e água).

A mão de obra, composta de profissionais especializados, capricha nos detalhes artesanais -- são várias técnicas dentro da tipologia têxtil executadas à mão, em sua maioria, por mulheres. Estas artesãs se organizam em comunidades e trabalham em suas próprias casas equacionando o fazer das tramas, nós e fios com a atenção aos filhos.

Fios ecológicos e cadeia produtiva sustentável

Com foco em sustentabilidade social, ambiental e cultural, a empresa distribui no mercado produtos com o algodão colorido natural orgânico de produção local. A pluma, certificada como produto orgânico com selo ECOCERT, já nasce nos tons bege e marrom. Cultivada em sistema de agricultura familiar por agricultores da Associação dos Assentados Margarida Maria Alves em Juarez Távora.

Já os fios de algodão reciclados e reconfigurados com garrafas PET são feitos de sobras e retalhos de tecidos de algodão separados por cor para evitar tingimentos. “No nosso setor econômico, o impacto ambiental é devido ao uso da água e corantes. Trabalhamos intensamente para garantir a economia de água”, diz Dantas.

São três décadas atuando com foco claro em produtos éticos e limpos. Atualmente, a Santa Luzia Redes e Decoração possui seis lojas próprias, dezenas de representantes e centenas de lojistas nacionais e internacionais para atender consumidores exigentes e alinhados aos valores da marca.

Com muito senso de realidade e fé no futuro, a empresa continua apostando no amadurecimento do consumo consciente. Dantas se movimenta para garantir outras certificações que vão além de produto orgânico e não tem medo do ampliar a demanda. “Ainda que nossos produtos tenham alma artesanal, nossa produção é em escala industrial”, conclui.


Contato para entrevistas: Armando Dantas
e-mail: contato@redesantaluzia.com.br
Telefone: 83 3444 2273

Editorias: Ecologia e Meio ambiente  Economia  Educação  Industria  Negócios  
Tipo: Pauta  Data Publicação:
Fonte do release
Empresa: Sandra Vasconcelos  
Contato: Sandra Vasconcelos  
Telefone: 83-998246666-

Envie um e-mail para o(a) responsável pela notícia acima:
Seu nome

Seu e-mail

Mensagem

Digite o código mostrado abaixo

  
Skype: sandravasconcelos.es
MSN:
Twitter:
Facebook:
Tags
•  EDUCAÇÃO  •  CULTURA  •  SAÚDE  •  TECNOLOGIA  •  INTERNET  •  TI  

Mais tags
O que são tags ?

Copyright 2008 - DIFUNDIR - Todos os direitos reservados. Não é permitida a reprodução deste conteúdo sem prévia autorização.