E-mail


Senha

Lembrar senha

   
Informe o e-mail usado para fazer o login


   



Pesquisa




Trabalhador brasileiro gasta em média R$11 com sobremesa e café, aponta pesquisa apoiada pela Ticket
Enviar release
Este release no seu Blog ou Site

A sobremesa e o café na hora do almoço consomem uma média de 31% ou o equivalente a R$ 11 do total pago pelos empregados brasileiros na refeição completa, que contempla também o prato principal e a bebida não alcoólica. É o que constatou a Pesquisa+Valor, apoiada pela Ticket, marca da Edenred Brasil, pioneira no setor de benefícios de refeição e alimentação. O preço médio da sobremesa, sendo fruta ou doce é de R$ 7,45, enquanto o do cafezinho é de R$ 3,40.

Para uma alimentação equilibrada e saudável, a recomendação dos especialistas em nutrição é a inclusão de uma fruta após as refeições. Na comparação de preços entre as regiões brasileiras, a variação do valor médio da opção é pequena: os trabalhadores pagam R$ 8,04 pela fruta no Sudeste; R$ 6,87 no Centro-Oeste; R$ 6,76 no Nordeste; R$ 7,85 no Sul; e R$ 7,39 no Norte. Já nos estabelecimentos à la carte, a fruta custa, em média, R$ 10,55, enquanto nos restaurantes comerciais sai por R$ 6,94.

Quando levamos em consideração a sobremesa em forma de doce, a modalidade de restaurante à la carte tem um valor superior em relação à comercial e chega a ultrapassar os R$ 12.

Preço médio da refeição
A Pesquisa+Valor apresentou ainda o gasto médio do trabalhador brasileiro na hora do almoço. Em 2018, o preço da refeição completa no Brasil, que contém prato principal, sobremesa, bebida e café, ficou em R$ 34,84. No Sudeste, o valor médio é ainda mais alto, R$ 35,72; seguido pelo Centro-Oeste, R$ 35,16; Sul, R$ 34,18; Norte, R$ 33,74. No Nordeste, a média paga pelo empregado é de R$ 32,66 na refeição completa.

Ticket e a refeição saudável
Há 43 anos, a Ticket vem estimulando as empresas a se cadastrar no Programa de Alimentação do Trabalhador (PAT) para contribuir com a melhoria da situação nutricional dos trabalhadores, bem como promover a saúde e prevenir doenças. Criado em 1976, o PAT proporciona condições para que o empregado tenha uma melhora na situação nutricional, promove a saúde e previne doenças profissionais.

“A Ticket foi pioneira na criação de soluções que atendam ao PAT e incentiva uma alimentação de qualidade para promover a saúde dos trabalhadores. O Ticket Alimentação e o Ticket Restaurante permitem que o empregado tenha liberdade de escolha e possa adotar hábitos mais saudáveis no seu cotidiano, por isso desenvolvemos soluções que permitam às empresas multiplicar os benefícios”, ressalta Gomes.

Segundo o livro que celebra os 40 anos do PAT, organizado pelo economista José Afonso Mazzon, da FEA-USP, com o apoio da Fundação Instituto de Administração (FIA), a produtividade é beneficiada pela melhoria na qualidade da alimentação, pois evita doenças, aumenta a capacidade física e a resistência à fadiga. Sua penetração formal na força de trabalho está associada a uma redução de 0,77 acidente de trabalho a cada cem trabalhadores.

Informações Ticket

RPMA Comunicação
Andrea Natali
William Crispim
edenred@rpmacomunicacao.com.br

RPMA Comunicação
Tel.: 11 5501-4655 l 5102-4146
http://www.rpmacomunicacao.com.br

Editorias: Economia  
Tipo: Pauta  Data Publicação:
Fonte do release
Empresa: Andrea Natali  
Contato: Andrea Natali  
Telefone: 11-55014636-

Envie um e-mail para o(a) responsável pela notícia acima:
Seu nome

Seu e-mail

Mensagem

Digite o código mostrado abaixo

  
Skype:
MSN:
Twitter:
Facebook:
Tags
•  EDUCAÇÃO  •  CULTURA  •  SAÚDE  •  TECNOLOGIA  •  INTERNET  •  TI  

Mais tags
O que são tags ?

Copyright 2008 - DIFUNDIR - Todos os direitos reservados. Não é permitida a reprodução deste conteúdo sem prévia autorização.