E-mail


Senha

Lembrar senha

   
Informe o e-mail usado para fazer o login


   



Pesquisa




Distribuição de lucro do FGTS vai beneficiar 88 milhões de brasileiros
Enviar release
Este release no seu Blog ou Site

Após o frisson causado pela liberação de saque de contas inativas do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço), o benefício continua sob holofotes. Mesmo com a finalização dos saques no fim do mês de julho, o governo decidiu distribuir os lucros do Fundo com os trabalhadores brasileiros.

De acordo com informações oficiais dadas pela Caixa Econômica Federal e anunciadas recentemente por Michel Temer, 88 milhões de trabalhadores irão receber valores em suas contas. Metade dos lucros de 2016 serão compartilhados até 31 de agosto, isto é, R$ 7,2 bilhões.

Apesar da novidade, é preciso destacar que os saques do FGTS só serão liberados de acordo com as normas previstas em lei, como em casos de doença grave e aquisição da casa própria. Além disso, o acréscimo no saldo do FGTS não alterar a multa de 40% quando houver rescisão contratual sem justa causa.

Segundo a Caixa Econômica Federal, cerca de 245,7 milhões de contas do Fundo de Garantia serão contempladas. Mesmo assim, o número de beneficiados será de 88 milhões, já que um trabalhador pode ter mais de uma conta devido às mudanças anteriores de emprego.

A previsão é que a maioria das contas (180,94 milhões) receba até R$ 10 e o cálculo médio por conta é de R$ 29,62.

Os valores de R$ 10,01 a R$ 100 serão depositados em 47,88 milhões de contas, enquanto quantias entre R$ 100,01 e R$ 1 mil serão creditadas para 16,02 milhões. Ainda, 835,43 mil contas vão receber de R$ 1.000,01 a R$ 5 mil e outras 24,57 mil serão contempladas com somas acima de R$ 5.000,01.

Com a distribuição de 50% do lucro do FGTS no ano passado, o rendimento do fundo deve aumentar de 5,11% para 7,14%. Os dados são da Caixa Econômica Federal e indicam alta de 1,93% na rentabilidade do Fundo de Garantia na comparação com o ano passado.

Apesar da boa notícia, os brasileiros devem estar atentos pois o rendimento do FGTS ainda deixa a desejar, até mesmo para o rendimento poupança. A proposta do governo desde 2016 era para que o rendimento do FGTS chegasse ao mesmo patamar da caderneta de poupança. Todavia, isso não aconteceu.

A caderneta, por exemplo, rendeu 8,3% em 2016 (sem o desconto da inflação). Descontada a inflação no período, a rentabilidade da poupança cai para 1,89%. Com um desempenho aquém do esperado, muitos brasileiros têm buscado novas modalidades de investimento para substituir a popular poupança.

Para aprender mais sobre o rendimento poupança, acesse: http://www.tororadar.com.br/blog/poupanca-juros-rendimento-mensal

Editorias: Economia  Governo  Negócios  
Tipo: Pauta  Data Publicação:
Fonte do release
Empresa: Bernardo Garretto Cerqueira Silva  
Contato: Bernardo Cerqueira  
Telefone: --

Envie um e-mail para o(a) responsável pela notícia acima:
Seu nome

Seu e-mail

Mensagem

Digite o código mostrado abaixo

  
Skype:
MSN:
Twitter:
Facebook:
Tags
•  EDUCAÇÃO  •  CULTURA  •  SAÚDE  •  TECNOLOGIA  •  INTERNET  •  TI  

Mais tags
O que são tags ?

Copyright 2008 - DIFUNDIR - Todos os direitos reservados. Não é permitida a reprodução deste conteúdo sem prévia autorização.