E-mail


Senha

Lembrar senha

   
Informe o e-mail usado para fazer o login


   



Pesquisa




43% das mulheres que compram cosméticos pela internet tem entre 26 e 35 anos
Enviar release
Este release no seu Blog ou Site

Segundo relatório, perfil maduro e renda familiar alta qualificam
público feminino que mais gasta com produtos de beleza

São Paulo, 21 de Julho de 2015 – A Glambox realizou um estudo inédito com mais de 20 mil mulheres em todo o País para compreender o comportamento em relação ao consumo de produtos de beleza. A pesquisa foi realizada no último mês, levando em conta a base cadastral da Glambox, e ouviu público feminino com idade entre 19 e 45 anos de diversas cidades do Brasil. De acordo com o levantamento, 43% das mulheres entre 26 e 35 anos prefere comprar produtos de beleza por meio da web.

Entre as razões estão elencadas a praticidade em adquirir produtos sem precisar se locomover a um estabelecimento, oportunidade de observar a avaliação de outras consumidoras nos comentários de mídias especializadas, além da segurança e comodidade de receber os produtos em casa. As mulheres com idade entre 20 e 25 anos aparecem em segundo lugar, representando 33% deste universo de compradoras online.

Poder de compra
A pesquisa também revelou que as mulheres que compram pela internet são mais maduras e estão dispostas a gastar um ticket médio mensal mais alto com produtos de beleza. De acordo com o estudo, 33% delas possui renda familiar que varia de R$ 2.001,00 a R$ 5.000,00. Já 26% das entrevistadas declarou obter renda familiar em torno de R$ $ 5.001,00 a R$ 10.000,00. Ainda segundo o relatório, 20% das mulheres disseram ter ganhos mensais acima de R$ 10.001,00. Por fim, somente 18 % afirmou ter renda de até R$ 2.000,00.

Localidade
Na avaliação por região, as consumidoras do estado de São Paulo são as que mais utilizam a internet como fonte para adquirir novos produtos de beleza. O levantamento da Glambox demonstrou que, aproximadamente, 65% das mulheres que preferem comprar pela web são paulistas. Em segundo lugar, surge o Rio de Janeiro, representando 25% deste universo. Por último, aparece Minas gerais, que conta com 10% do público feminino que considera a internet o seu principal canal para aquisição de cosméticos.

Sobre a Glambox
A Glambox Brasil foi fundada em fevereiro de 2012 para oferecer à mulher a oportunidade de experimentar, todos os meses, produtos de beleza diversificados. A ideia é que as mulheres possam conhecer os produtos e testá-los antes de irem às compras e também descobrir novas marcas e lançamentos. Hoje o clube de beleza tem aproximadamente 20 mil assinantes e já fez parcerias com mais de 200 marcas de beleza e cosméticos nacionais e internacionais, entre elas: Alfaparf, Amend, Avon, Quem Disse, Berenice?, Bepantol Derma, Bic, Burberry, Calvin Klein, Contém 1g, Cremer, Dove, Duda Molinos, Eudora, Eurofarma, GAP, Giorno Bagno, Giovanna Baby, Granado, Hidrafil, Impala, Jimmy Choo, Kerasys, Kleenex, La Roche-Posay, Lacan, Lancôme, Le Lis Blanc, Linea Sucralose, L´Occitane em Provence, Elsève, Garnier Fructis, L´oréal Paris, Mary Kay, Neutrogena, O Boticário, Payot, Phebo, Racco, Revlon, Roger & Gallet, Sundown, TRESemmé, Vasenol, Vichy, Weleda e muitas outras.

Mais informações para a imprensa:
Bruno Athayde
FTI Consulting
(11) 3165-4558
bruno.soares@fticonsulting.com
Victor Ramos
FTI Consulting
(11) 3165-4535
victor.ramos@fticonsulting.com
Juliana Briz
FTI Consulting
(11) 3165-4535
juliana.briz@fticonsulting.com

Editorias: Economia  Estética e Beleza  Feminina  Internet  Moda  
Tipo: Pauta  Data Publicação: 21/07/15
Fonte do release
Empresa: Victor Marcondes Alves Paschoal Ramos  
Contato: Victor  
Telefone: 11-31654535-

Envie um e-mail para o(a) responsável pela notícia acima:
Seu nome

Seu e-mail

Mensagem

Digite o código mostrado abaixo

  
Skype:
MSN:
Twitter:
Facebook:
Tags
•  EDUCAÇÃO  •  CULTURA  •  SAÚDE  •  TECNOLOGIA  •  INTERNET  •  TI  

Mais tags
O que são tags ?

Copyright 2008 - DIFUNDIR - Todos os direitos reservados. Não é permitida a reprodução deste conteúdo sem prévia autorização.