E-mail


Senha

Lembrar senha

   
Informe o e-mail usado para fazer o login


   



Pesquisa




Poesia, futebol, música e educação entraram na cena do segundo dia da Feira Nacional do Livro
Enviar release
Este release no seu Blog ou Site
Poesia, futebol, música e educação entraram na cena do segundo dia da Feira Nacional do Livro
...

O Salão com Xico Sá recordou vários momentos da carreira e vida do jornalista pernambucano. Assim como o do poeta Sérgio Vaz que destacou como a literatura periférica vem mudando a vida de muitos jovens

Ribeirão Preto (SP), 11 de junho de 2019 – A manhã desta segunda-feira (10) começou agitada na 19ª Feira Nacional do Livro. Cerca de 30 escolas da região e mais de mil alunos da rede municipal de ensino participaram do Projeto Combinando Palavras que aconteceu em dois locais, simultâneos: na sala principal do Theatro Pedro II e no Teatro Municipal.
Neste segundo dia da feira, os alunos combinaram palavras com os escritores Sérgio Vaz e Heloisa Prieto. Teve muita poesia, histórias, emoções e, claro, o contato direto com o autor. “A literatura pode salvar vidas”, disse o escritor Sérgio Vaz.

Quem também passou pela Feira do Livro foi o jornalista Xico Sá que bateu um papo com a plateia sobre suas recentes obras, infância, futebol e narrou recordações com o craque, Sócrates, além de tantas outras histórias. “Quando falo ou escrevo sobre futebol é impossível não lembrar das palavras do Dr. Sócrates”. Xico Sá destacou ainda como foi sua infância, sem livros. “Não venho de uma família de leitores. Não lembro de um ambiente em casa lotado de livros. Mas, isso não significa que em casa não havia cultura. Pelo contrário, havia uma riqueza na oralidade, nos trovadores, nas palavras”, lembrou. Após o encontro, o jornalista visitou o estande do projeto da Universidade de Ribeirão Preto, Doadores de Voz, que fica na Praça XV e lá gravou a leitura de uma crônica.

A oficina sobre “Música e Habilidades para vida: uma estratégia na promoção da saúde”, com a professora Erika de Andrade Silva, apresentou a música como desenvolvimento dos aspectos físicos, emocionais, intelectuais, sociais e espirituais. “As pessoas tendem a escolher os instrumentos que melhor as definem: pessoas tímidas e delicadas escolhem instrumentos pequenos e que não emitem sons altos, já as mais desinibidas demonstram preferência pelos de som mais grave e alto”, compara.

Teosofia na vida e na literatura também foi tema das discussões desta segunda-feira. Marcos Zeri, Bertha Sánchez, Márcia Angelini e Adelaide Ferriolli, membros da Sociedade Teosófica, incentivaram a sabedoria divina, promovendo desenvolvimento intelectual, moral e espiritual dos participantes. “Conflitos e erros fazem parte da vida humana. Errar é humano. Acreditamos que o problema que está nos outros, também está em nós”, disse Bertha Maria Sanchez.

Já a roda de conversa “Ecologia humana”, com Priscila Arduini levou a discussão de como o ser humano pode reencontrar o caminho de integração com a natureza e conquistar a capacidade de viver em harmonia com os outros seres vivos. “Temos a inteligência a nosso favor, somos seres humanos criativos, não temos que entrar na violência e sim correr atrás dos nossos sonhos”.

Outro destaque foi a sala de aula aberta que promoveu um aprendizado aos alunos (do 8º ano do ensino fundamental ao 3º ano do ensino médio) sobre a função da vegetação urbana no desenvolvimento de cidades mais sustentáveis, com a professora de arquitetura da Unaerp, Marcela Cury Petenusci. “Atualmente, a maioria pessoas vivem nas cidades, o que representa 80% da população brasileira”, enumera.

No final da tarde, o poeta Sérgio Vaz voltou ao palco do Theatro Pedro II para um bate-papo aberta sobre literatura, poesia, gentileza e humanidade com espaço a declamações que envolveram a plateia. Questionado como ele consegue ser ouvido e respeitado na periferia, o autor disse que o exercício da poesia é estar no outro. “É preciso andar na rua e olhar nos olhos, como gente e não como objeto”, alertou. Para ele, é fundamental que o escritor e o artista em geral, mantenha a mente sem nenhum traço de racismo, não seja facista, homofóbico e não emita nenhum tipo de preconceito e ainda deixou a mensagem: “Tem a gentileza de falar e a gentileza de ouvir”.

A professora homenageada pela 19ª Feira Nacional do Livro de Ribeirão Preto, Amini Boainain Hauy, também deu seu recado sobre o novo acordo ortográfico e a comunidade internacional da Língua Portuguesa.” Desacertos, incoerências e impropriedades conceptuais e terminológicas são resultantes de uma nomenclatura obsoleta, incompreensível para professores, alunos e demais cidadãos comuns, escolarizados nos últimos 50 anos. Nenhuma teoria se estrutura dessa forma nem sobrevive com tais regras”, concluiu a professora Doutora em Filologia e Língua Portuguesa pela USP.

19ª Feira Nacional do Livro
A 19ª Feira Nacional do Livro acontece entre os dias 9 a 16 de junho de 2019, em Ribeirão Preto (SP). Trata-se de um dos maiores encontros culturais do País e neste ano traz o tema “Entre Uma História e Outra, Uma Nova História – Um Mundo Melhor para Todos. Objetivos de Desenvolvimento Sustentável” que embasa a tônica de todos salões de ideias, conferências, palestras, mesas-redondas, oficinas, exposição de filmes, shows, espetáculos infantis, performances, contações de histórias, entre outras atividades. São planejadas mais de 330 atrações culturais totalmente gratuitas com nomes referências nas esferas literária, educacional e cultural. A programação completa pode ser acessada no site da Fundação:
https://fundacaodolivroeleiturarp.files.wordpress.com/2019/05/19_fnlrp_revista_final.pdf .

Homenageados
Como em todos os anos, a Feira Nacional do Livro fará homenagem a um país – e o escolhido foi a Suécia. Quanto aos autores celebrados, o escritor principal é Ignácio de Loyola Brandão; o autor educação é Boaventura de Sousa Santos; a autora infantojuvenil é Heloisa Prieto; autor local, Gilberto Andrade de Abreu e a professora homenageada, Amini Boainain Hauy. O patrono desta edição é o empresário Luiz Octávio Junqueira Figueiredo.

Realização
O Ministério da Cidadania, Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa, Prefeitura Municipal, Alta Mogiana, GasBrasiliano, Tanger e Fundação do Livro e Leitura de Ribeirão Preto apresentam a 19ª Feira Nacional do Livro de Ribeirão Preto com Patrocínio Ouro: Alta Mogiana - Açúcar, Etanol e Energia; GasBrasiliano e Tanger. Patrocínio Prata: Ambient, Centro Universitário Estácio de Ribeirão Preto, Passalacqua, Grupo São Francisco e Savegnago Supermercado. Patrocínio Bronze: Grupo Maubisa, Pedra Agroindustrial, RibeirãoShopping e Riberdoces. Patrocínio: ACIRP - Associação Comercial e Industrial de Ribeirão Preto, Madeiranit e Grupo Via Brasil. Instituição Cultural Parceira: SESC - Serviço Social do Comércio. Parceria Cultural Fundação Dom Pedro II e Theatro Pedro II, Colorado John Deere, Imma Escola de Design, Santa Helena, Senac - Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial, Sesi – Serviço Social da Indústria, Grupo Thathi de Comunicação. Apoio Cultural: Consulado Geral da Suécia em São Paulo, Centro Universitário Barão de Mauá, Centro Universitário Moura Lacerda, Ecofalante, Superintendência de Gestão Ambiental, Heurys Tecnologia, IEA – Instituto de Estudos Avançados da Universidade de São Paulo, Shopping Iguatemi – Ribeirão Preto, Monreale Hotel Ribeirão Preto, NW3 Comunicação, Protécnica – Proteção Individual Técnica, Rodonaves, Usina São Martinho, Unaerp – Universidade de Ribeirão Preto, Verbo Nostro Comunicação Planejada, Sistema Clube de Comunicação, EPTV, Rádio CBN, Record TV e SBT. Apoio: Secretaria Municipal da Cultura, Secretaria Municipal da Educação, Secretaria Municipal de Turismo, Teatro Municipal de Ribeirão Preto, Centro Cultural Palace, Diretoria de Ensino Região de Ribeirão Preto, Câmara Municipal de Ribeirão Preto, Ribeirão Preto - Convention & Visitors Bureau, Brasil Convention & Visitors Bureau, Fundação Educandário, Colégio Marista, Biblioteca Padre Euclides, OAB, Sincovarp - Sindicato do Comércio Varejista de Ribeirão Preto, Macboot, Grupo Utam, ALMA – Academia Livre de Música e Artes, IPCCIC – Instituto Paulista de Cidades Criativas e Identidades Culturais, Instituto Ribeirão 2030, Recicla Bytes, Tonin Superatacado, Coderp, Daerp, Transerp, Corpo de Bombeiros, Guarda Civil Municipal, Polícia Militar. Realização Fundação do Livro e Leitura de Ribeirão Preto, Prefeitura Municipal, Governo do Estado de São Paulo - Secretaria da Cultura e Economia Criativa, Secretaria Especial da Cultura, Ministério da Cidadania, Brasil – Governo Federal.

Sobre a Fundação
A Fundação do Livro e Leitura de Ribeirão Preto é uma entidade de direito privado, sem fins lucrativos. Trata-se de uma evolução da antiga Fundação Feira do Livro, criada em 2004, especialmente para realizar a Feira Nacional do Livro da cidade, hoje considerada a segunda maior Feira a céu aberto do país. Com uma trajetória sólida e projeção nacional e internacional, a entidade ganhou experiência e, atualmente, além da Feira, realiza outros projetos ligados ao universo do livro e da leitura com calendário de atividades permanente durante todo o ano. A Fundação se mantém com o apoio de mantenedores e patrocinadores, com recursos diretos e advindos das leis de incentivo, em especial do Pronac e do Proac.

Atendimento à Imprensa
Verbo Nostro Comunicação Planejada – (16) 3632-6202 / 3610-8659
Jornalistas responsáveis:
Luciana Grili (16) 99152 2707 - luciana@verbo.jor.br
Andrea Berzotti (16) 99138 6185 - andrea@verbo.jor.br
Valter Jossi Wagner (16) 99152 2700 - valter@verbo.jor.br
Colaboração:
Juliana Castro - pauta@verbo.jor.br
Gabriel Todaro e Angelo Davanço - redação@verbo.jor.br

Editorias: Cultura e Lazer  Educação  
Tipo: Pauta  Data Publicação:
Fonte do release
Empresa: Verbo Nostro Comunicação Planejada  
Contato: Verbo Nostro Comunicação Planejada  
Telefone: 16-36108659-

Envie um e-mail para o(a) responsável pela notícia acima:
Seu nome

Seu e-mail

Mensagem

Digite o código mostrado abaixo

  
Skype:
MSN:
Twitter:
Facebook:
Tags
•  EDUCAÇÃO  •  CULTURA  •  SAÚDE  •  TECNOLOGIA  •  INTERNET  •  TI  

Mais tags
O que são tags ?

Copyright 2008 - DIFUNDIR - Todos os direitos reservados. Não é permitida a reprodução deste conteúdo sem prévia autorização.