E-mail


Senha

Lembrar senha

   
Informe o e-mail usado para fazer o login


   



Pesquisa




Arne Schiereck, da CMSE® da Alemanha, esteve na Pilz para realizar testes do órgão certificador
Enviar release
Este release no seu Blog ou Site



O gerente de Projetos de Certificação Pessoal de Segurança em Máquinas da CMSE® (Certified Machinery Safety Expert) da Alemanha, Arne Schiereck, esteve no Brasil, na sede da Pilz do Brasil, para aplicar o teste aos profissionais que buscam o título de Especialista em Segurança de Máquinas.

A CMSE é uma certificadora reconhecida mundialmente, devido oferecer uma visão total sobre segurança de máquinas. “Estamos presentes em 35 países, com a garantia da certificação internacional TÜV NORD”, afirma Schiereck, acrescentando que o órgão já realizou um total de 120 exames em todo o mundo. No Brasil é a quarta vez que o teste acontece.

Hoje, a certificação CMSE está inserida no Projeto BIAC (Beginning Internation Advanced CMSE) criado pela Pilz em 2012 que, na época, visava somente treinar profissionais que fossem operar os produtos da empresa. “Entretanto, no ano seguinte, a empresa ampliou o BIAC para a segurança e operação de máquinas em geral”, acrescentou Pedro Medina, diretor geral da Pilz do Brasil. Além do Brasil, o treinamento acontece nas unidades da Pilz nos Estados Unidos e México.

Para estar apto à certificação, a Pilz analisa o currículo e a experiência do candidato. Se aprovado, ele participa de um treinamento de uma semana que engloba todo o conhecimento de normas internacionais, incluindo também as locais, no caso do Brasil, a NR-12. Após o treinamento, é aplicado o teste de 40 questões (com consulta) que devem ser respondidas em 60 minutos. O candidato ao título terá de acertar 80% do teste. “A média de aprovados é de 70%”, informa Medina.

A multinacional alemã, Pilz do Brasil - líder em sistemas de automação e em soluções de segurança para máquinas -, há 5 anos vem desenvolvendo oficialmente o projeto BIAC, direcionado a garantir a segurança de quem trabalha com máquinas e visando minimizar ao máximo o número de acidentes que acontecem no País. Só para se ter ideia do cenário negro ao qual os trabalhadores brasileiros estão sujeitos, dados do Ministério do Trabalho registraram 3,5 milhões de acidente de trabalho no Brasil (de 2012 a 2016), com 13.363 mortes e custo de R$ 22,171 bilhões para os cofres públicos, sem contabilizar as atividades informais.
Para mais informações, datas e inscrições através do http://www.cmse.com/pt-BR/application/application-form

Informações para a imprensa:
Rita Dias - jornalista MTb.30.509 – cel. 11 – 99758.5909
rita@informativamidia.com.br
Zulmira Felicio - jornalista MTb.10.316 – cel. 11- 99605.7083
zulmira@informativamidia.com.br



Editorias: Industria  
Tipo: Pauta  Data Publicação:
Fonte do release
Empresa: Informativa Mídia Assessoria de Comunicação  
Contato: Rita de Cássia Dias  
Telefone: 11--

Envie um e-mail para o(a) responsável pela notícia acima:
Seu nome

Seu e-mail

Mensagem

Digite o código mostrado abaixo

  
Skype:
MSN:
Twitter:
Facebook:
Tags
•  EDUCAÇÃO  •  CULTURA  •  SAÚDE  •  TECNOLOGIA  •  INTERNET  •  TI  

Mais tags
O que são tags ?

Copyright 2008 - DIFUNDIR - Todos os direitos reservados. Não é permitida a reprodução deste conteúdo sem prévia autorização.