E-mail


Senha

Lembrar senha

   
Informe o e-mail usado para fazer o login


   



Pesquisa




Encontro virtual reúne professores de alemão da região Sul para discutir o ensino on-line
Enviar release
Este release no seu Blog ou Site

Com palestrantes alemães e brasileiros, objetivo é debater os desafios trazidos pela pandemia e repensar os métodos pedagógicos

Mais do que ensinar, professores de todas as disciplinas sempre estão em constante atualização pedagógica. Para promover uma integração de conhecimentos, acontece anualmente a Deutschlehrertagung Südbrasilien – Encontro de professores de alemão no Sul do Brasil - 300 escolas do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná oferecem o ensino de alemão em sua grade curricular.

Em sua terceira edição, pela primeira vez o encontro será totalmente no formato virtual, entre os dias 28 e 31 de julho, com o tema “Simplesmente On-line\" (Einfach Online), para que os professores possam discutir, repensar e refletir sobre experiências e perspectivas no ensino de alemão frente aos desafios trazidos pela pandemia de Covid-19. Serão promovidos, na língua alemã, seminários, com conteúdos mais informativos, e workshops, que debatem aspectos mais práticos.

Promovido pelo Goethe-Institut Curitiba e Porto Alegre, em conjunto com a ARPA (Associação Riograndense de Professores de Alemão), a ACPA (Associação Catarinense de Professores de Alemão), a APPLA (Associação Paranaense de Professores de Alemão) e a ABRAPA (Associação Brasileira de Professores de Alemão), o encontro é aberto para professores de alemão de todo o Brasil. As inscrições, que são gratuitas nesta edição, devem ser feitas até o dia 19 de julho neste link: http://www.goethe.de/dlts21.

“A maioria dos participantes é professor de escolas municipais ou particulares. Neste último ano, alguns nem ministraram aulas on-line por falta de infraestrutura no local e outros tiveram aulas on-line, mas ainda têm muitas dúvidas”, justifica Dorothee Rumker Yazbek, diretora de Ensino do Goethe-Institut Curitiba do Goethe Institut-Curitiba e uma das organizadoras do encontro, ao explicar sobre o tema escolhido. “Esse sempre foi um evento muito importante para atualização dos professores, que agora, com o on-line, sofreram com as mudanças, precisaram se adaptar e continuam assim, já que o ensino híbrido continua”, complementa Daniela Gertsch, instrutora do Goethe-Institut Curitiba e uma das organizadoras do evento.

O encerramento do encontro terá uma mesa-redonda pública, com transmissão gratuita pelo YouTube do Goethe-Institut Porto Alegre no dia 31 de julho, das 9h às 11h, para discutir as “Mudanças de paradigmas: tendências e visões sobre o futuro da Educação”. Autoridades e docentes apresentarão quais como está a educação brasileira, para que os participantes possam entender os rumos que serão tomados e refletir sobre novas formas de aprendizagem.

“Quando os professores trabalham em uma escola, ficam muito fechados à realidade daquele local e com dúvidas sobre o que acontece em outras instituições. A mesa-redonda ajudará eles a ter uma visão mais ampla da realidade em outros lugares e será inspiração para novas ideias”, explica a professora Daniela Gertsch.

Os participantes da mesa-redonda serão Maria Silvia Bacila, secretária municipal de Educação de Curitiba, Everton Augustin, diretor geral do Instituto Ivoti, Dorotea Frank Kersch, professora e pesquisadora do programa de pós-graduação em Linguística Aplicada da Unisinos e Sonia Bier, gerente na área de Educação do Sesi/RS. A mediação ficará por conta de Adrian Kissmann, diretor de Ensino do Goethe-Institut Porto Alegre.

De neurolinguística a brincadeiras on-line

Durante os três dias do encontro, os assuntos abordados irão variar de linguística até questões do ensino no dia a dia, na sua maioria apresentados em língua alemã – apenas uma das palestras será em português, além da mesa-redonda de encerramento.

A palestra de abertura será com a alemã Marion Grein, diretora do curso de mestrado \"Alemão como Língua Estrangeira\" da Universidade de Mainz. Com um trabalho de pesquisa focado na neurodidática, comunicação intercultural e ensino digital, ela falará sobre como as aulas on-line podem ser mais adequadas para o funcionamento neurológico do cérebro.

Grande parte dos palestrantes dos seminários são justamente docentes alemães, que trazem informações mais abrangentes sobre pesquisas e estudos. “São docentes muito renomados de universidade e centros de pesquisas, alguns que até já participaram de outros encontros e entendem a necessidade desse compartilhamento de conhecimentos”, observa Rumker Yazbek.

Já nos workshops, ministrados pelos professores de escolas, o intuito é promover uma reflexão sobre as práticas em sala de aula. “O objetivo é a troca de conhecimentos e experiências. Um professor apresenta um tema para que os participantes pensem na sua prática e em como podem modificar e, consecutivamente, melhorar”, explica Daniela Gertsch, que será uma das palestrantes e conversará sobre a produção de diálogos e textos mais extensos e a importância de não utilizar a tradução nessas atividades.

Ulrich Jäger, também professor do Goethe-Institut Curitiba, será outro palestrante e falará sobre como incentivar a motivação dos alunos nas aulas on-line. Ainda serão abordados nos workshops a utilização de jogos, brincadeiras, música e novas tecnologias em sala de aula, métodos de ensino que precisaram ser modificados no formato virtual, entre outros temas sobre o que pode aprimorar as aulas de alemão nas escolas.

Editorias: Educação  
Tipo: Pauta  Data Publicação:
Fonte do release
Empresa: Expressa Comunicação  
Contato: Thiago Rothstein  
Telefone: 41-33244473-

Envie um e-mail para o(a) responsável pela notícia acima:
Seu nome

Seu e-mail

Mensagem

Digite o código mostrado abaixo

  
Skype:
MSN:
Twitter:
Facebook:
Eventos
Copyright 2008 - DIFUNDIR - Todos os direitos reservados. Não é permitida a reprodução deste conteúdo sem prévia autorização.