E-mail


Senha

Lembrar senha

   
Informe o e-mail usado para fazer o login


   



Pesquisa




Ocorrências de roubo e furto de veículos caem 23,22% no Brasil, de acordo com maior empresa de rastreamento
Enviar release
Este release no seu Blog ou Site
Estados como São Paulo e Rio de Janeiro apresentaram queda. Rio Grande do Sul, Minas Gerais e Pernambuco registraram aumento no número de eventos
Estados como São Paulo e Rio de Janeiro apresentaram queda. Rio Grande do Sul, Minas Gerais e Pernambuco registraram aumento no número de eventos

O Grupo Tracker, maior empresa de rastreamento e localização de veículos do Brasil, fez um novo levantamento sobre a incidência de roubo e furto de veículos durante a pandemia da Covid-19, considerando todos os segmentos: veículos leves, pesados e motocicletas. Nas duas últimas semanas (de 29 de março a 12 de abril), o número de chamados foi 23,22% menor do que no comparativo com as duas semanas anteriores (de 15 a 28 de março), em todo o país.
A queda foi impulsionada pelos automóveis, pick-ups e SUVs, que registraram 30,10% menos eventos de roubo e furto. Já os índices de caminhões e de motocicletas cresceram 7,70% e 14,30%, respectivamente. “Não é surpresa para nós o aumento de ocorrências com veículos pesados, porque este é o segmento que continua circulando pelas ruas e estradas do país”, analisa o coordenador do Comando de Operações do Grupo Tracker, Vitor Correa.
Os estados que não seguiram a tendência de queda no número absoluto de ocorrências foram Rio Grande do Sul (alta de 57,14%), Minas Gerais (+100%) e Pernambuco (+50%).
No Rio de Janeiro, a queda no total de ocorrências – considerando todos os segmentos – foi de 34,04%. O Grupo Tracker não registrou ocorrências com caminhões, no período (de 29 de março a 12 de abril). Por outro lado, o número de ocorrências com motos subiu 200%. E os eventos envolvendo automóveis, pick-ups e SUVs caíram 27,60%.
No Estado de São Paulo, a queda no total de ocorrências – considerando todos os segmentos – foi de 24,46%. Sendo que a redução mais expressiva foi na categoria veículos leves (automóveis, pick-ups e SUVs), 33%. A categoria motocicletas apresentou queda de 16,70% e caminhões e carretas tiveram alta de 16,70% no número de chamados.

15/03 a 28/03 x 29/03 a 12/04
Segmento Nacional SP RJ
todos -23,22% -24,46% -22,58%
caminhão 7,70% 16,70% -100,00%
carros / pick-up / SUV -30,10% -33,00% -27,60%
motos 14,30% -16,70% 200,00%


Comparativo anterior - 01/03 a 14/03 x 15/03 a 28/03
Segmento Nacional SP RJ
todos 7,65% 19,83% -34,04%
caminhão -7,10% 0,00% 0,00%
carros / pick-up / SUV 14,50% 28,80% -34,10%
motos -12,50% -25,00% 0,00%


Sobre o Grupo Tracker
Atualmente, é a maior empresa de rastreamento do Brasil e possui a maior rede privada de antenas de radiofrequência da América Latina. Em 19 anos de atividade no país, já realizou mais de 51 mil recuperações, evitando um prejuízo de cerca de R$ 4,5 bilhões.
Oferece produtos para os mercados Segurador, Transporte e Logística, Construção Civil e Agrícola, além de veículos de passeio. A tecnologia utilizada nos rastreadores do Grupo Tracker é a RF, considerada a melhor solução para roubo e furto e é imune à ação de inibidores de sinais - jammers. Também comercializa produtos baseados no GPS/GPRS e LBS, indicados para monitoramento e gestão de frotas.
A empresa é a fornecedora oficial de rastreadores para a BMW e para a Triumph e tem parceria com a Fundação Escola de Comércio Álvares Penteado (FECAP), com quem divulga regularmente o Boletim Econômico Tracker-FECAP, com análises dos prejuízos que o roubo e furto de veículos trazem ao país.

Editorias: Automóveis e Automotores  Negócios  Serviços  Seguro e Previdência  Sociedade  
Tipo: Pauta  Data Publicação:
Fonte do release
Empresa: DOC Press  
Contato: Anadi Luchetti  
Telefone: 11-55338781-

Envie um e-mail para o(a) responsável pela notícia acima:
Seu nome

Seu e-mail

Mensagem

Digite o código mostrado abaixo

  
Skype:
MSN:
Twitter:
Facebook:
Eventos
Copyright 2008 - DIFUNDIR - Todos os direitos reservados. Não é permitida a reprodução deste conteúdo sem prévia autorização.