E-mail


Senha

Lembrar senha

   
Informe o e-mail usado para fazer o login


   



Pesquisa




Como escolher o ventilador certo?
Enviar release
Este release no seu Blog ou Site

O verão só começa no dia 21 de dezembro, mas os termômetros já registram altas temperaturas nesse período. Para aliviar o desconforto causado pelo calor, ventiladores e climatizadores são boas opções. A Loja Elétrica, por exemplo, já registra aumento de mais de 50% nas vendas de ventiladores e está reforçando o estoque. Mas, como escolher o mais adequado? O ideal é analisar prós e contras de cada modelo, além de procurar qual atende melhor o objetivo, levando em consideração tamanho do espaço, número de pessoas que circula por ele e, ainda, a presença de outros aparelhos que produzem calor no ambiente.
Segundo João Carlos Lima, professor do Centro de Capacitação em Tecnologia da Loja Elétrica, o ventilador é muito procurado pelo baixo custo, economia de energia e sustentabilidade. Comparado ao ar condicionado, o gasto de energia elétrica pode chegar até 12 vezes mais do que o ventilador de teto. O professor destaca alguns aspectos para serem observados na hora de comprar um desses equipamentos. “Na hora de escolher, muitas vezes a pessoa se coloca abaixo dele e sente diretamente o vento gerado. Mas, se não tiver atenção, ela não percebe que o importante é que o ar se movimente por todo o ambiente e não forme apenas uma corrente para baixo”, alerta o professor.
Segundo ele, motores mais potentes permitem a utilização de maior número de pás o que permite girar com menor velocidade circulando maior quantidade e ar reduzindo consideravelmente o ruído no ambiente. Isso só é possível se o motor tiver sido projetado e construído especificamente para que o aparelho seja instalado no teto. Outra grande vantagem dos ventiladores de teto é que a circulação de ar impede que as pessoas sejam atacadas pelos pernilongos. “É comum encontrar, em ventiladores de teto comuns, que não movimentam bem todo o ar do ambiente, mas apenas o ar abaixo de suas pás, além de consumirem o dobro da energia”, afirma João Carlos. Existem, ainda, os climatizadores que, além de refrescar o ambiente, contribuem para aumentar a umidade do ar podendo ser transportados para outros ambientes. “O custo é mediano. Geralmente, os valores são mais altos que os ventiladores”, afirma o professor.
Economia de energia
João Carlos ainda dá algumas dicas para economizar energia nesse período do ano, em que o número de banhos aumenta e a utilização de aparelhos para refrescar o ambiente se torna mais frequente. Ele recomenda:
- Reduzir a potência do chuveiro elétrico, pois ele é responsável por até 30% do consumo de energia em uma casa;
- Uma dica importante é substituir os chuveiros tradicionais com temperaturas fixas (inverno e verão ), pelos chuveiros com controle eletrônico pois, a economia de energia pode chegar a 70 %
- Evitar abrir a geladeira muitas vezes ao dia e verificar a borracha de vedação das portas. Para fazer isso, basta colocar uma folha de papel entre a geladeira e a porta, fechar a porta e puxar. Caso a folha saia com facilidade, é preciso levar o equipamento para a manutenção;
- Não deixar aparelhos eletrônicos ligados no modo stand by e utilizar lâmpadas e eletrodomésticos que tenham selos de eficiência energética.

Editorias: Economia  
Tipo: Pauta  Data Publicação:
Fonte do release
Empresa: Hipertexto Consultoria e Assessoria de Imprensa  
Contato: Cilene Impelizieri Nogueira  
Telefone: 31-32274566-

Envie um e-mail para o(a) responsável pela notícia acima:
Seu nome

Seu e-mail

Mensagem

Digite o código mostrado abaixo

  
Skype:
MSN:
Twitter:
Facebook:
Tags
•  EDUCAÇÃO  •  CULTURA  •  SAÚDE  •  TECNOLOGIA  •  INTERNET  •  TI  

Mais tags
O que são tags ?

Copyright 2008 - DIFUNDIR - Todos os direitos reservados. Não é permitida a reprodução deste conteúdo sem prévia autorização.