E-mail


Senha

Lembrar senha

   
Informe o e-mail usado para fazer o login


   



Pesquisa




Estudantes de direito discutem reconhecimento da homotransfobia como crime de racismo
Enviar release
Este release no seu Blog ou Site
Estudantes de direito discutem reconhecimento da homotransfobia como crime de racismo
...

O advogado Paulo Roberto Iotti Vecchiatti ministrou no último dia 28 de agosto, a palestra Reconhecimento da Homotransfobia como Crime de Racismo pelo STF durante a 19ª Semanajur, semana jurídica da Faculdade de Direito de São Bernardo do Campo.

Doutor e mestre em Direito Constitucional, especialista em Direito da Diversidade Sexual e de Gênero e em Direito Homoafetivo, o palestrante explorou com os estudantes de Direito o aspecto jurídico da criminalização da homofobia, discutida no início do ano pelo Supremo Tribunal Federal (STF) como Ação Direta de Inconstitucionalidade por Omissão (ADO). Ele é defensor da equiparação ao crime de racismo.

Para o advogado, o Estado tem deveres sociais e deve proteger todo cidadão em situação de vulnerabilidade. “Precisamos de leis que protejam a comunidade LBGT, da mesma forma como já existem as que tipificam a discriminação como crime, a exemplo da Lei Maria da Penha, de proteção à mulher, e o Estatuto do Idoso, que protege as pessoas da terceira idade”.
O evento também contou com a participação de Marcelo Gil, presidente e fundador da Ong ABCD’S e decano do Movimento LGBTI + do Grande ABC, que ressaltou a questão da falta de políticas públicas na Região do ABC voltadas a essa comunidade, bem como a discriminação que ele próprio já sofreu e ainda sofre.

A Instituição: considerada uma das melhores instituições de ensino superior do País, a Faculdade de Direito de São Bernardo do Campo tem 54 anos de atividade e é referência no ensino jurídico do Brasil com mais de 14 mil profissionais formados e atuantes em diversas áreas do Direito. Oferece os cursos de graduação e de atualização, além de pós-graduação Lato Sensu.
Seus professores e funcionários administrativos são servidores públicos municipais e ingressam nos quadros respectivos por meio de concursos públicos, ressalvadas as exceções legais. A FDSBC não possui fins lucrativos e a anuidade cobrada dos alunos – uma das menores de São Paulo – garante a autonomia financeira da estrutura.

A Faculdade de Direito de São Bernardo do Campo está localizada na Rua Java, 425 - Jardim do Mar - São Bernardo do Campo - Telefone (11) 3927-0222.

0005 - Paulo Roberto Iotti Vecchiatti, Marcelo Gil e Ruy Coppola Junior

Informações à imprensa
MP & Rossi Comunicações
Marli Popolin
mprossi@uol.com.br
(11) 4436-8408 / 99602-4430
02/09/2019

Editorias: Educação  Jurídica  Negócios  GLTB  Sociedade  
Tipo: Pauta  Data Publicação:
Fonte do release
Empresa: MP & Rossi Comunicações  
Contato: MP & Rossi Comunicações  
Telefone: 11-44368408-

Envie um e-mail para o(a) responsável pela notícia acima:
Seu nome

Seu e-mail

Mensagem

Digite o código mostrado abaixo

  
Skype:
MSN:
Twitter:
Facebook:
Tags
•  EDUCAÇÃO  •  CULTURA  •  SAÚDE  •  TECNOLOGIA  •  INTERNET  •  TI  

Mais tags
O que são tags ?

Copyright 2008 - DIFUNDIR - Todos os direitos reservados. Não é permitida a reprodução deste conteúdo sem prévia autorização.