E-mail


Senha

Lembrar senha

   
Informe o e-mail usado para fazer o login


   



Pesquisa




Estudo americano revela que mercado anual de cannabis na américa latina é de us$ 9,8 bilhões
Enviar release
Este release no seu Blog ou Site
Estudo americano revela que mercado anual de cannabis na américa latina é de us$ 9,8 bilhões
...

A New Frontier Data, autoridade em análise de dados e inteligência de negócio do mercado mundial de cannabis, acaba de lançar em parceria com a The Green Hub, empresa brasileira especializada em potencializar iniciativas no mercado de cannabis medicinal, o primeiro de uma série de panoramas regionais do mercado de cannabis da América Latina.

De acordo com o estudo, o total do mercado de cannabis acessível (regulamentado e ilícito) está estimado em US$ 9,8 bilhões e entre os cinco principais países consumidores está o Brasil com US$ (2,4 bilhões), o México (US$ 1,9 bilhão), o Chile (US$ 1,5 bilhão), a Argentina (US$ 1,1 bilhão) e a Colômbia (US$ 0,7 bilhão). Os países latino-americanos incluídos no relatório contabilizam uma população de 600 milhões de habitantes, dos quais 13 milhões consomem cannabis no mínimo uma vez por ano.

“À medida que a comunidade internacional dedica cada vez mais atenção a uma reforma das leis de consumo de cannabis e envolve-se com o setor da cannabis legalizada, surge uma miríade de oportunidades em lugares onde há pouco tempo essa atividade parecia inimaginável”, disse Giadha Aguirre de Carcer, fundadora e diretora executiva da New Frontier Data.

Para Marcel Grecco, fundador e CEO da The Green Hub, em uma época na qual o mercado de cannabis atinge uma escala global, com países posicionando-se como importadores ou exportadores, as visões regionais do setor de cannabis são essenciais para entender os fatores que impulsionam o comércio. “O mercado é próspero e emergente, mas ainda existem muitas barreiras ao acesso que dificultam a dinâmica socioeconômica regional”.

O relatório oferece uma apresentação dos mercados, tendências e atividades relacionadas ao consumo de cannabis na América Latina, incluindo uma análise detalhada das oportunidades e desafios da região à medida que seus países exploram as reformas e políticas em torno do tema.

Entre as principais conclusões atingidas pelo relatório, destacam-se:

• As operações comerciais envolvendo a cannabis se estabelecerão na América Latina de diversas maneiras, incluindo a integração vertical e cooperativas agrícolas.
• Um investimento significativo por parte de empresas canadenses com capital disponível poderá acelerar o escalonamento e a profissionalização dos operadores latino-americanos.
• Devido aos preços mais baixos da cannabis latino-americana se comparados à média dos EUA e do Canadá, as receitas do varejo de cannabis na região será significativamente inferior em relação aos mercados norte-americanos e europeus.
• A ampla variação da regulamentação na região exigirá que empresas estrangeiras invistam de forma significativa no entendimento da dinâmica específica de cada país.
• Um treinamento mais aprofundado dos médicos e profissionais de saúde será fundamental para favorecer os programas de cannabis medicinal.
• À medida que mais países latino-americanos consideram a legalização total, o turismo canábico proporcionará oportunidades significativas na região.

O relatório e suas conclusões foram disponibilizados para autoridades governamentais regionais e executivos de grandes multinacionais da América Latina no Simpósio Latino-Americano sobre Cannabis da InterCannAlliance na Cidade do Panamá, um evento realizado pela New Frontier Data, em parceria com a Hoban Law Group, a Cohn Reznick, a Steep Hill Labs, a Simplifya, a Mountain Medicine e a TheraCann.

A International Cannabis Alliance (InterCannAlliance) foi criada em março de 2018 com o intuito de disseminar os avanços dos mercados legalizados de cannabis já existentes para os novos mercados de cannabis legalizada e em ritmo de evolução ao redor do mundo.

“Conforme os mercados emergentes e estabelecidos olham para a cannabis buscando revigorar suas economias, a área da saúde e uma série de outros setores, a InterCannAlliance reúne líderes reconhecidos de vários segmentos que são considerados de fundamental importância para a consolidação de qualquer mercado de cannabis. A organização visa simplificar os complexos e inconsistentes ambientes de regulamentação que vêm sendo implementados em diversos países e também ajudar os mercados emergentes a tirarem proveito das lições aprendidas em outros lugares”, explica Giadha Aguirre de Carcer.

A InterCannAlliance realiza simpósios regionais trimestrais restritos a convidados para facilitar a colaboração entre governos, organizações não governamentais e grandes empresas comerciais com o intuito de agilizar o acesso e a avaliação de oportunidades e, ao mesmo tempo, acelerar o crescimento. O próximo destino do simpósio será em Victoria Falls, Zimbabwe nos dias 24 e 25 de maio de 2019.

Sobre a New Frontier Data: é uma empresa independente, de análise orientada pela tecnologia e especializada no setor de cannabis. A empresa oferece dados comprovados, inteligência de negócio prática e soluções de gestão de riscos para investidores, operadores, pesquisadores e formuladores de políticas.

Os relatórios e dados da New Frontier Data já foram citados em mais de 80 países em todo o mundo com o intuito de esclarecer os líderes do setor. Fundada em 2014, a New Frontier Data tem sede em Washington, D.C. e escritórios em Denver, no Estado do Colorado, e em Londres, no Reino Unido. A empresa não assume nenhuma posição quanto ao mérito da legalização da cannabis. Pelo contrário, sua missão e compromisso é com o fornecimento de informações que fundamentem as decisões comerciais e de políticas envolvendo a cannabis por meio de análises abrangentes, neutras e criteriosas do setor em todo o mundo.

Sobre a The green Hub: primeira empresa brasileira especializada em potencializar projetos relacionados à Cannabis Medicinal. Com um programa de aceleração de projetos, único e inovador, visa elevar o nível de conhecimentos de uma nova especialidade médica no Brasil e no mundo.
The Green Hub está alicerçada em três pilares: dados, pesquisa e educação. “Trabalhamos para ser o principal hub de oportunidades do setor na América Latina, conectamos empresas de países onde os mercados estão em pleno desenvolvimento a mercados emergentes na América Latina, desenvolvemos e auxiliamos na construção de soluções que tenham potencial de escala global, com isso estamos criando uma rede de investidores com interesse nesse setor que vem vivenciando um crescimento explosivo”, completa Marcel Grecco.

Informações à Imprensa:
MP & Rossi Comunicações
Marli Popolin
mprossi@uol.com.br
(11) 4436-8408 / 99602-4430
http://www.mprossi.com.br


Editorias:   Economia  Jurídica  Negócios  Saúde  
Tipo: Pauta  Data Publicação:
Fonte do release
Empresa: MP & Rossi Comunicações  
Contato: MP & Rossi Comunicações  
Telefone: 11-44368408-

Envie um e-mail para o(a) responsável pela notícia acima:
Seu nome

Seu e-mail

Mensagem

Digite o código mostrado abaixo

  
Skype:
MSN:
Twitter:
Facebook:
Tags
•  EDUCAÇÃO  •  CULTURA  •  SAÚDE  •  TECNOLOGIA  •  INTERNET  •  TI  

Mais tags
O que são tags ?

Copyright 2008 - DIFUNDIR - Todos os direitos reservados. Não é permitida a reprodução deste conteúdo sem prévia autorização.